5 de nov de 2015

Ensino Aprendizagem através de Jogos

Ensino Aprendizagem através de Jogos
   
A aprendizagem se constrói através de um processo interno do aluno, fruto de suas próprias pesquisas e experimentações, sendo que o professor atua como o mediador. Tais características podem ser obtidas através do lúdico, seja na forma de jogos e brincadeiras.
       Primeiro vamos entender o que significa ludicidade. Para Élia Amaral do Carmo Santos (1999), É uma experiência vivenciada que nos dá prazer ao executá-la. Por meio da ludicidade a criança se relaciona com o outro e aprende a ganhar e perder, a respeitar a ordem na fila, a aceitar as frustrações, e a expressar as suas emoções. Qualquer atividade que cause uma experiência positiva, divertida e prazerosa pode-se chamar de lúdica. Percebemos a importância de oportunizar ao educando momentos de prazer e de experiências lúdicas, experiências que são capazes de contribuir para o convívio social na escola e na sociedade.
   Cultivar a espontaneidade, diálogo, convivência em grupo, pois as crianças geralmente não brincam sozinhas, sendo que o jogo proporciona oportunidades para ela pensar e falar, saber combinar momentos de brincadeiras livres (lazer) e atividades orientadas (escola) (KISHIMOTO, 1998).



    Conforme Almeida (2000), a ludicidade contribui e influencia na formação do aluno, possibilitando uma evolução constante no conhecimento. Contudo o mesmo só será garantido se o educador estiver preparado para realizá-lo. Élia Santos (2001) confirma que “a aceitação da ludicidade, por parte dos professores, não garante uma postura lúdico-pedagógica na sua atuação”.
    O jogo propicia um ambiente favorável ao interesse da criança, não apenas pelos objetos que o constituem, mas também pelo desafio das regras impostas por uma situação imaginária.
·         incentivar a ação do aluno
·         incentivar a decisão em grupo no estabelecimento das regras
·        apoiar os critérios escolhidos e aceitos pelo grupo para decisões, evitando interferir ou introduzir a escolha destes critérios
·         limitar-se a perguntar, frente ao erro ou acerto, se concordam com os resultados ou se alguém pensa diferente e porquê, evitando apontar ou corrigir o erro
·         estimular a discussão de ideias entre os jogadores e a criação de argumentos para defesa de seus pontos de vista
·         estimular a criação de estratégias eficientes, discutindo os possíveis resultados
·         estimular a antecipação dos resultados, no encaminhamento que se quer dar a partida
·         incentivar a criação e uso de sistemas próprios de operar (ação mental)



    Através dos jogos e brincadeiras, as crianças se preparam para a vida adulta, e sabemos o quanto é necessário ensinar e aprender a conviver, uns com os outros, na sociedade, pois as brincadeiras tem um grande poder educativo. Para isso, é preciso criar uma pedagogia baseada no respeito, ajuda mútua, cooperação e no amor, os seres humanos precisam de alegria para viver com plenitude.
        A mediação do docente com seu aluno na hora do jogo é muito importante e deve ser feita no momento certo. Assim o aluno assimilará melhor o conteúdo trabalhado, poderá vivenciar, descobrir, criar e recriar regras.




    Independente dos modos de mediação o professor precisa ter em mente que o lúdico deve ser encarado com muita seriedade, ou seja, o professor que irá utilizar o lúdico em suas aulas deve saber planejar, organizar o ambiente e os materiais e ter consciência da funcionalidade motivadora do lúdico e sua contribuição no desenvolvimento de seus alunos. O professor não deve utilizar o lúdico para preencher o tempo livre após uma explicação ou avaliação e sim utilizá-lo como fim pedagógico.

  Diante do exposto, e como graduandos preocupados com o futuro dos alunos, concluímos que todos têm o compromisso de participar da construção de saberes, utilizando técnicas que surtam os efeitos desejados de forma a amenizar as dificuldades de aprendizagem. Mas antes de utilizar o lúdico como ferramenta de ensino e aprendizagem é necessário que se pare de pensar no lúdico apenas como forma de diversão nas horas livres ou mero passatempo,e passar a ser encarado como uma ferramenta de grande importância no ensino-aprendizagem.

Bibliografia:
http://brinquedoteca.net.br/?p=1818
http://www.efdeportes.com/
https://psicologado.com/atuacao/psicologia-escolar/a-importancia-do-ludico-no-processo-de-ensino-aprendizagem-no-desenvolvimento-da-infancia
Dicionário Prático da Língua Portuguesa



15 comentários:

  1. alguns exemplos desse uso pedagógico nos foi apresentado durante a jornada de letras por alguns dos nossos colegas, como o minecraft, que alem de ser divertido e interativo é um jogo que desenvolve a cognição do aluno e permite que ele aprenda de forma construtiva e lúdica um determinado conteúdo ministrado em sala de aula, tal como a geografia, onde podem ser apresentados física e visualmente conceitos como relevo, altura, escalas, planícies, diferenças visuais entre áreas rurais e urbanas entre outros conteúdos reforçando um conhecimento prévio de maneira objetiva e clara. Parabéns pelo texto.

    ResponderExcluir
  2. Sim, o jogo não é apenas uma forma de laser, nele pode ser adquirido conhecimento também.

    ResponderExcluir
  3. O aprendizado através de jogos é uma poderosa ferramenta de ensino e aprendizado que envolve o jogador em todas as atividades. Desperta o prazer em aprender novas linguagens, de estabelecer metas desenvolvendo o seu senso estratégico e raciocínio. Aprende-se brincando.

    ResponderExcluir
  4. Como fala o texto muitas pessoas acreditam que o papel do "brincar" nas escolas tanto públicas quanto privadas é apenas de um mero passatempo mas, na realidade, ele é um instrumento de grande valia na aprendizagem e no desenvolvimento das crianças.

    ResponderExcluir
  5. e uma ferramenta utilizado no ensino, principalmente de crianças, despertando a criatividade, mas sempre tem que levar em consideração o aprendizado e nao so deixar apenas no lazer.

    ResponderExcluir
  6. Os jogos usado de maneira correta em sala de aula, pode trazer ótimos resultados. Um exemplo, é a plataforma Ludz,que ensina Português e matemática para alunos do 6° ao 9° ano com o objetivo de identificar as dificuldades dos alunos, de uma maneira bastante divertida e eficaz, que é jogando.

    ResponderExcluir
  7. O jogo pode desempenhar uma função impulsionadora do processo de desenvolvimento e aprendizagem da criança, como no jogo Ludz que incentiva a busca pelo conhecimento através de diversão.

    ResponderExcluir
  8. O diferencial dos jogos em ambiente de ensino como Kishimoto bem colocou, é que eles proporcionam aos alunos uma interação entre si, trabalho em equipe, dialogo. Tudo isso em apenas uma simples atividade aparentemente recreativa, mas que desenvolve esses aspectos e habilidades cognitivas e de raciocínio lógico.

    ResponderExcluir
  9. Cite três exemplos de jogos que podem ser utilizados para desenvolver a compreensão leitora; levando em consideração as postagens sobre estratégias de leitura / compreensão leitora. Brevemente discute o objetivo de jogo e os procedimentos a serem seguidos.

    ResponderExcluir
  10. Cite três exemplos de jogos que podem ser utilizados para desenvolver a compreensão leitora; levando em consideração as postagens sobre estratégias de leitura / compreensão leitora. Brevemente discute o objetivo de jogo e os procedimentos a serem seguidos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vários tipos de jogos existem, entre eles, jogos que contém regras. aluno pode aproveitar de uma explicação de regras para que o jogo flua. Para isso precisa haver um entendimento, compreensão dessas regras.
      A criança ira precisar fazer esforços para compreender as cenas, imagens, regras, conceituar, observar e identificar as atitudes que devem ser tomadas, agindo de acordo com as regras.
      Como exemplo podemos usar os jogos citados abaixo:
      LEILÃO DE OBRAS DE ARTE
      Objetivo didático: Reconhecer o quadro de acordo com as características que estão sendo citadas no texto.
      Como se joga: O professor entrega uma ficha a cada um dos alunos( pode ser dito por exemplo as cores usadas no quadro, oque aparece pintado é ate mesmo a época em que o quadro foi pintado), os alunos devem assim descobrir qual imagem esta sendo descrita de acordo com as características descritas na ficha.
      JOGO DA DESCRIÇÃO
      Objetivo didático: O aluno deve saber descrever o texto que foi lido, após haver compreensão do texto.
      Como se joga: A professora apresenta um breve texto diferente pra cada um dos alunos, e pede para que eles formem frases que descrevam o texto que foi lido, é expliquem do seu ponto de vista aquilo que o texto quis dizer para a turma.
      DESENHO E ADIVINHAÇÃO
      Objetivo didático: O aluno deve ter uma compreensão do texto para que se possa fazer entender através do desenho.
      Como se joga: o professor entrega um texto a um aluno é por meio dele o mesmo deve tentar fazer um desenho que explique oque se passa no texto entregue.

      Excluir
  11. Uma questão importante abordada no texto é que os jogos possibilitam tomadas de decisões e estabelecer estratégias com um objetivo fim. Essa tomada envolve toda a equipe estimulando o lúdico e interações nas tomadas de decisões.

    ResponderExcluir
  12. Os jogos em sala de aula estimulam o aluno a ter uma raciocínio estratégico, facilitando assim a escolha do melhor caminho para os problemas no dia a dia

    ResponderExcluir
  13. O jogo nos dar um leque de oportunidade tanto pra quem ensina, tanto pra quem aprende, nos tirando da rotina de quadro negro, giz, carteira e caderno, e assim possibilita ao professor e ao aluno um ambiente mais leve para perceber as dificuldades, deficit dos alunos e ao mesmos para expor suas duvidas e interagir com professor e colegas.

    ResponderExcluir

Comente Aqui!